segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

SANTOS DE CADA DIA 7 DE DEZEMBRO Santa Fara (Burgundofara)

Santa Fara (Burgundofara) Abadessa - 7 de dezembro


11/08/2013 - MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E SANTA FARA - COMUNICADAS AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA - 56ª AULA DA ESCOLA DE SANTIDADE E AMOR DE NOSSA SENHORA - TRANSMISSÃO DAS APARIÇÕES DIÁRIAS AO VIVO VIA INTERNET NA WEBTV MUNDIAL: WWW.APPARITIONSTV.COM

(Maria Santíssima): “Meus amados filhos, hoje, Eu, a vossa Mãe Amorosa, venho novamente chamar-vos a serdes Minhas pedras preciosas: de amor, de virtude e de santidade para a maior glória de Deus. Desejo que sejais como o âmber, sim, o âmber que com a sua beleza encanta a todos aqueles que o veem, que a vossa santidade seja bela, formosa e atraente como a beleza do âmber, para que então, todos, vendo-vos venham a Mim. 
Sede belos como o âmber, o âmbar, tendo as vossas almas a beleza de todas as virtudes que Eu tanto amo: a Humildade, o Amor, a Pureza, a Inocência, a Caridade Divina, a Fortaleza, a Esperança, a Paciência, a Longanimidade, a Magnanimidade, de modo que a vossa beleza encante o coração de todas as almas que vivem neste mundo enfeado pelo pecado e elas próprias enfeadas já pelo pecado cometido e habitualmente recometido, para que então, as almas vendo a beleza da vossa alma cheias de virtudes também queiram sair da feiura do pecado e venham para junto de vós, para conhecer a Deus, conhecer o Seu Amor, conhecer o Meu Amor materno e assim, pela amizade Conosco, pela união perfeita das Suas almas Conosco, elas também, possam sair da feiura do pecado e adquirir a beleza do âmbar, para que então Deus olhe para elas com agrado e com amor e as reconheça como Suas pedras preciosas, parte do Seu tesouro que Ele ama com todo o Seu Coração. Sede belos como o âmbar, o âmber, para que então as vossas almas não tendo nenhuma semelhança com Satanás pelo pecado, as vossas almas possam irradiar a própria beleza de Deus, a Minha própria beleza que é tão grande e que a todo o momento procura refletir-se em vós e por meio de vós para que todos o Meus filhos, Me reconheçam, Me amem e venham a Mim.
Vede como o cachorrinho, reconhece a Sua Mãe pelo cheiro, como o gatinho reconhece a sua mãe pelo seu odor, pelo seu cheiro. Assim também os Meus filhos me reconhecerão pelo Meu perfume pela Minha beleza presente em vós, se vós tiverdes as Minhas Virtudes que Eu tanto desejo nas vossas almas, sobretudo, a Virtude do Amor, acima de tudo da bondade, da Inocência, que tanto vos assemelha a Mim.
Se vós tiverdes a Minha beleza em vós, se vós tiverdes o perfume da Minha presença em vós, se fordes belos com o âmber, o âmbar, então, os Meus filhos que estão perdidos neste mundo Me encontrarão em vós e virão a Mim e Comigo se unirão e receberão a Minha Paz, as Minhas bênçãos, as Minhas graças de amor que os conduzirão seguramente até o Céu.
Eu desejo que cada um de vós se converta verdadeiramente, não há mais tempo a perder Meus filhos, o tempo é implacável e os dias agora por obra e desejo do Senhor estão correndo mais depressa do que antes e isto vos indica que o vosso tempo está se esgotando mais depressa do que antes, a Hora da Misericórdia passa e já chega a Hora da Justiça. 
Se vós não vos converterdes, se não mudardes a vossa vida, se não renunciardes de uma vez por todas ao pecado em breve a Justiça Divina vai surpreender-vos com um terrível Castigo, e Eu não poderei fazer nada por vós, porque o tempo da misericórdia, das graças todas á disposição para a vossa salvação é agora.
Naquela hora, na Hora da Justiça, Eu, serei Juíza com Jesus e terei que executar a sentença que o Meu filho decretar sobre vós, por isso agora que sou vossa Mãe, agora que Sou vossa Amiga e que estou convosco com todas as graças á vossa disposição, vinde a Mim, não tardeis mais, pedi-Me toda e qualquer graça que necessitardes e eu vo-la darei, mas colocai as Minhas Aparições em primeiro lugar na vossa vida, colocai as Minhas Mensagens em primeiro lugar na vossa vida, para que Deus vos olhe com amor e Misericórdia e Me dê a permissão de ajudar-vos com as graças que necessitais.
Se colocardes as Minhas Aparições em primeiro lugar nas vossas vidas, Eu também vos colocarei em primeiro lugar no Meu Coração e vos socorrerei com as Minhas Graças.
Convertei-vos sem demora, porque o tempo se esgota e já não há mais tempo para brincardes com a vossa salvação. Levai a sério tudo o que vos digo, porque Eu não quero ver-vos sofrendo, por isso venho, antes do Castigo para com as Minhas Mensagens levar-vos pelo caminho da salvação, a fim de vós não venhais a sofre no futuro. Eu sofro pelo que vem para vós, sofro com os vossos sofrimentos, por isso, Meus filhos, vos peço: Convertei-vos sem demora, para que vós não venhais a sofrer no futuro e não sejais lançados depois do grande castigo, no fogo eterno que ninguém poderá apagar jamais!
Eu, estou tentando salvar-vos com as Minhas Aparições, Mensagens, Minhas Lacrimações até de Sangue, com todas as Minhas Graças, estou tentado salvar-vos do Castigo, não frustreis mais os meus esforços, não anuleis mais o esforço extremoso da mãe de Deus que quer salvar-vos e reconduzir-vos a todos ao Senhor pela estrada da conversão e da paz. Mas antes colaborai Comigo, ajudai-Me, ajudai os Meus esforços, ajudai a Minha graça a triunfar em vós, ajudai o Meu Amor a triunfar na vossa vida e na vida de tantos filhos Meus.
Rezai com o coração, segui o exemplo do Meu filhinho Marcos, que foi educado por Mim mesma e que sabe rezar tão bem com o coração. Rezai com o coração, porque a oração com o coração é a fonte da alegria, da graça, da paz na alma, ela é o escudo poderosíssimo que Satanás não poderá ultrapassar, não pode vencer e que mantém a alma protegida, quer da tibieza, quer da aridez espiritual, da sensualidade e das tentações carnais. 
A alma que reza com o coração jamais perderá o Espírito de Deus, jamais perderá a presença do Espírito Santo nela, jamais perderá a união com deus e viverá mesmo no meio de tentações e provações, viverá na mais completa paz e alegria do coração. A todos vós Eu abençoo e nunca vos esqueçais Meus filhos, que Eu vos escolhi um por um para estardes Aqui, nenhum de vós conheceu Minhas Aparições por acaso, nem veio Aqui por acaso, mas Eu vos amei, vos escolhi antes que vós Me amasseis, Eu vos predestinei a serdes Santos, vos predestinei ao Céu, não percais a graça que vos dei, não frustreis a eleição que fiz de vós para serdes os Meus filhos amados que vão cantar Comigo os louvores do Senhor por toda a eternidade do Céu.
Rezai o Santo Rosário meditado que o meu filhinho Marcos fez para vocês, todos eles que são os Rosários mais belos, que mais Me agradam, que mais alegram o Meu coração, que mais Me encantam, Me arrebatam e me prendem a vós.
Rezai também todas as orações que Eu vos dei Aqui, pois por meio delas Eu vivo em vós e vós viveis em mim.
A todos abençoo com amor de Knock, de Vicenza, de Genova e de Jacareí.
A paz Meus filhos amados, a paz a ti Marcos, o mais obediente e esforçado dos Meus filhos.”



(Marcos): “Bela Princesa do Céu, quem sois vós? Não, não sabia nem que a Senhora existia! Sim. Sim.

(Santa Fara): “Amados irmãos Meus, Eu, Fara, Serva do Senhor, Serva da Mãe de Deus, venho hoje para dar-vos a Minha primeira Mensagem e abençoar-vos juntamente com a Senhora, Mãe de Deus, Mãe vossa, Minha Rainha e Mãe.
Sede ardósias de amor do Senhor e da Mãe de Deus, dando a Eles cada vez mais a beleza de um amor puro, sem misturas de interesses humanos, dando a Deus e à Virgem Mãe o vosso amor sempre mais abrasado, sempre mais incandescente, sempre mais ardente e cheio da pura intenção de amá-Los, servi-Los e agradá-Los porque Eles são amáveis de modo que o vosso amor sem mistura de nenhuma impureza glorifique o Senhor, glorifique a Mãe de Deus e vos torne cada vez mais, belos aos Seus Olhos, como ardósias muito, muito mais preciosa para Eles.
Sede ardósias de amor, dando tudo por tudo, vida por vida, amor por amor e coração por coração. Já que o Senhor Jesus, vos deu toda a vida Dele, todo o Seu Corpo, Sangue, vos deu todo o Seu Coração, vivendo e sofrendo apenas para vos salvar e assim como Ele também, a Sua e Nossa Mãe Santíssima, Ela viveu só para vos amar, dando-vos tudo, Corpo, Alma, Coração, Lágrimas e Sangue, para que vós pudésseis ser salvos. Dai então, tudo por tudo, vida por vida, coração por coração, não sejais mesquinhos e egoístas, conservando a vossa vida só para vós, porque o Senhor disse: Que quem conservar a sua vida para si mesmo, vai perdê-la, mas quem entregar a sua vida a Ele, vai encontrá-la.
Então, dai a Deus todo o vosso coração, assim como Ele já vos deu todo o Coração Dele, dai à Mãe de Deus todo o vosso coração, como Ela já vos deu todo o Coração Dela. Colocai as Aparições Deles Aqui em primeiro lugar na vossa vida e Eles também vos colocarão em primeiro lugar, dando-vos as graças que suplicais. Amai o Senhor e a Mãe de Deus com todo o vosso coração e Eles também vos amarão com todo o Coração e vos darão todo o amor Deles a vós.Sede ardósias de amor, procurando cada dia mais morrer para vós mesmos, ou seja, renunciar aos desejos pecaminosos e desordenados do vosso coração, renunciando à vossa vontade rebelde e vaidosa, que sempre se recusa a obedecer a Vontade de Deus, enquanto que, ao mundo a vossa vontade se entrega e obedece sem demora e para conseguir os vossos objetivos mesquinhos e egoístas a vossa vontade: se entrega, se esmera e não mede esforços e sacrifícios para obter o que desejais. Renunciai a esta rebeldia e dai o vosso coração todo a Deus e à Mãe de Deus, renunciando a vós mesmos para cumprir a vontade Deles e não a vossa, sobre todas as coisas.
Sede ardósias de amor, procurando viver uma vida verdadeiramente mística, de oração, de amor, de contemplação, de meditação, de penitência como Eu mesma vivi, para que vós sejais ardósias de perfeito amor por Deus como Eu fui. Eu, não Me detive no cumprimento da vontade de Deus um instante sequer e mesmo quando o Meu pai foi contra a Minha vocação de tornar-Me Monja e Me entregar totalmente a Jesus e a Maria, Eu não titubeei, preferi perder o amor dele que perder o do Meu amado Jesus e o da Minha Mãe Celeste, Eu não magoei ao Esposo da Minha alma e à Mãe do Meu Esposo, mas antes, Os coloquei em primeiro lugar e fui fiel a Eles de todo o Meu Coração.Colocai também o amor de Deus em primeiro lugar na vossa vida, o amor da Mãe de Deus em primeiro lugar e renunciai a esta vaidade perniciosa, que tantas vezes vos levou a preferir perder o amor Deles do que perder a estima das criaturas deste mundo.
Eu, Fara, estarei ao vosso lado, para ajudar-vos a conseguir todas essas Virtudes e a chegardes a ser verdadeiros Santos e perfeitas ardósias de amor por Deus. Como vos amo! Como vos quero! Habito Aqui neste lugar desde que Ele foi escolhido pela Mãe de Deus e se tornou o Seu Santuário, escuto as vossas orações, uno-as com as Minhas e apresento juntamente com os Meus merecimentos a Deus para alcançar para vós todas as graças que Aqui vós vindes pedir.
Estou convosco, alegro-Me por ouvir as vossas orações e poder apresentá-Las a Deus, mas Me alegro bem mais com aquelas almas que pedem em primeiro lugar o Espírito Santo, Seus Dons, Suas graças de Amor para que serem Santos. Sim, alegro-Me mais com estas Orações, com estas pessoas e estou sempre ao lado daqueles que colocam As Aparições dos Sagrados Corações Aqui, em primeiro lugar em suas vidas e que vivem por Elas e que tudo fazem por cumprir aquilo que as Mensagens dos Sagrados Corações vos pedem.
Eu, Fara, detenho sempre longe de vós os demônios e sempre os impeço de fazer mal a vós e de molestar as vossas almas. Nos momentos de tentação, nos momentos de sofrimento também, chamai por Mim e Eu virei imediatamente confortar-vos e proteger-vos. Oh, como Eu vos amo! Como desejo apertar-vos contra o Meu peito para vos fazer sentir quanto amor Eu tenho por vós. Aos Meus olhos todos vós sois como pedras preciosas, as quais amo e estimo com todo o Meu coração. Vinde a Mim, entregai-vos em Meus braços e Eu vos ensinarei a perfeição da alma, aquilo que agrada a Deus e como adquirir a Divina Sabedoria nos vossos corações para serdes aos olhos do Senhor e da Mãe de Deus, verdadeiros sábios, verdadeiros santos.
A todos vós Minhas pequenas ardósias de amor, Eu abençoo agora generosamente e a todos cubro com o Meu Manto, especialmente também a ti Marcos, o mais ardente dos amigos dos Santos e o mais obediente dos filhos da Mãe de Deus.”

(Marcos): “Até breve querida amiga Santa Fara. Até breve querida Mãe.”
  

 Nasceu na aldeia de Pipimisicum (atual Poincy, próximo de Meaux), provavelmente no ano de 595. Era filha do conde Cagnerico e de Leodegonda, e teve dois irmãos santos: São Cagnoaldo, monge em Luxeuil, e São Faro, Bispo de Meaux. Seu pai possuía terras em Champigny. Seu nome, Fara ou Bara, significa “baronesa”, e Burgundofara é “baronesa de Borgonha”. Não sabemos se seria um título e se possuía outro nome.
     Quando Fara era menina, São Columbano, o apóstolo da Irlanda, exilado em Luxeuil e hóspede na casa dos pais de Fara, indicou a ela a vida de consagração a Deus. O Santo gostava muito da menina e reconheceu nela grandes virtudes, tendo-lhe ensinado a amar a Cristo, a rezar e a fazer caridade aos pobres. Fara também tinha muito afeto pelo Santo, sobretudo depois do milagre feito por ele: São Columbano fez as espigas de trigo amadurecerem antes do tempo da colheita.
     Fara desejava ser religiosa, mas seu pai tinha outros planos: um casamento com um nobre da corte do Rei Teodeberto II. A jovem então adoeceu e ficou em um tal estado, que Santo Eustácio, sucessor de São Columbano na direção do mosteiro de Luxeuil, e diretor espiritual da jovem, teve que intervir e revelou a Cagnerico que se a deixasse livre para se consagrar a Deus ela ficaria curada. O pai aquiesceu e a jovem recobrou a saúde.
     O pai não manteve sua promessa e percebendo que começavam a preparar um casamento para ela, abandonou a casa paterna e se refugiou, com uma amiga fiel, perto da igreja de São Pedro. Descoberta, rogaram-lhe que voltasse para casa, chegando a ameaçá-la de morte. Ela porém não desistiu da decisão tomada. Informado do que estava acontecendo, Santo Eustácio novamente interveio e, após admoestar severamente Cagnerico, convenceu-o definitivamente a deixar Fara seguir sua vocação.
     O Bispo Gondoaldo de Meaux impôs-lhe o véu no ano 614. Em 620, tendo recebido de herança do pai um terreno entre dois rios, Fara fundou o seu próprio mosteiro, dedicado a Santa Maria, a São Pedro e a São Paulo. O Mosteiro de Evoriacum, famoso por seus “queijos Brie”, tomou o nome de Faremoutiers, ou seja, “mosteiro de Fara”, no século VIII, quando Fara já era venerada como santa.
     Erguido junto a uma igreja consagrada a Virgem e aos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, o mosteiro tornou-se logo o centro de uma fervorosa vida espiritual. Inicialmente foi adotada a regra de São Columbano, posteriormente a da Ordem beneditina.

     A fama da santidade de Fara rapidamente espalhou-se pela França e chegou à Inglaterra, onde muitas princesas pediram para se colocar sob a direção dela. Entre estas estão Santas Sisetrude, Gibitrude, Hercantrude. A princesa inglesa Sedrido sucedeu-a como abadessa.
     A Abadia de Faremoutiers tornou-se uma escola de santidade onde milagres e maravilhas eram comuns. Frequentemente por ocasião do falecimento de monjas coros angélicos podiam ser ouvidos por todo o convento, enquanto as almas das defuntas eram levadas para o Paraiso. As curas espirituais e físicas eram numerosas.
     Jonatas de Faremoutiers conta alguns casos que se não são reais falam bastante de Fara: umas monjas, enfastiadas da vida religiosa, tentaram fugir de noite; quando estavam escapando, um globo de fogo desceu do céu e incendiou o mosteiro. Surpreendidas, Fara castigou as fugitivas no cárcere monástico. Em outra ocasião, Fara viu um enorme porco junto a uma monja no refeitório e lhe foi revelado que esta pecava de gula, chegando a roubar alimentos da dispensa.
     Fara morreu por volta de 675 e o seu corpo foi sepultado perto do altar, estando presente seu irmão São Faro. Algumas dezenas de anos depois, Maiolo, abade do mosteiro da Santa Cruz de Meaux, removeu as relíquias da terra expondo-as à veneração pública.
     Em Faremoutiers a memória de Santa Fara é celebrada no dia 7 de dezembro. Ela é invocada especialmente contra as doenças dos olhos.
     Em 1617, ocorreu um milagre documentado, com testemunhos e dados médicos. Uma monja, filha do Tesoureiro Financeiro de Paris, perdeu a visão. Médicos importantes a visitaram, porém nada puderam fazer, a não ser matar os nervos óticos para evitar as dores. No dia 7 de dezembro de 1622, festa de Santa Fara, a monja passou três vezes sobre seus olhos a relíquia da santa exposta à veneração dos fieis e imediatamente começou a ver.
     Santa Fara é padroeira das cidades de Aveluy, Cinisi e Providenzza. Suas relíquias estão principalmente em Faremoutiers e em Champeaux.
VISITE 
 RADIO -http://radiomensageiradapazjacarei.blogspot.pt/
https://www.apparitionstv.com/thesocial/
www.asaparicoesdejacarei.com
http://deusjesusmariajose.blogspot.com/
http://deussolucaoparaosmeusproblemas.blogspot.com/
http://sinaissobrenaturais.blogspot.com/
http://mensagensurgentesdossagradoscoracoes.blogspot.com/

FRIEND WEBSITES
http://avisosdoceu.blogspot.com/
www.avisosdoceu.com.br
www.mensageiradapaz.org
www.gloriasdejose.org
www.mensagenscelestes.com
www.chamadaesperanca.com
www.jesusmariaejose.org
www.asalvacaodomundo.com
http://godjesusmaryjoseph.blogspot.com/

SANTOS DE CADA DIA 19 DE DEZEMBRO- SANTA SAMETANA

Santa Sametana (Samthann), Abadessa de Clonbroney - 19 de dezembro 

 



Sametana (ou Samthann) de Clonbroney não é tão conhecida hoje, embora a sua influência sobre o Cristianismo Celta tenha sido profundo. Sua legenda não a retrata como uma reformadora, mas simplesmente como mais uma pessoa santa na história da “Ilha dos santos”. No entanto, seu relacionamento espiritual com o jovem monge Maelruin levou-o a realizar a mais poderosa reforma da história do Cristianismo Celta. Sua vida está repleta de diferentes maravilhas: palavras de sabedoria, profecias, curas e milagres.
    Há três manuscritos em que a Vida de Santa Sametana é relatada, sendo a cópia mais completa um manuscrito do século XIV, em Oxford, na Bodleian Library, Rawlinson B. 485 ff.150-3, como parte do Codex Insulensis. Charles Plummer usou todos os três manuscritos nesta edição latina, que foi traduzida para o inglês por Dorothy Africa. Há pequenas variações entre os três manuscritos, não há omissões ou adições importantes, o que faz deles cópias confiáveis dos originais.
     Das quatro primeiras santas irlandesas que constam das Vidas latinas (Santas Brígida, Ita, Monena e Sametana), cronologicamente Sametana é a última, tendo os Anais de Ulster relatado sua morte em 19 de dezembro de 739. É também das primeiras menções a seu mosteiro em Clonbroney (Ir. Clúan-bróaig).
     Referências ao mosteiro continuaram a aparecer esporadicamente de meados do século VIII até o século IX, e depois muito raramente. O mosteiro, que deve ter sido fundado no século V, deixou de aparecer em relatos após a morte da Abadessa Caillechdomhnaill, em 1163.
     Samthann era uma donzela de Ulster, Irlanda, confiada por sua família à guarda do rei irlandês Cridan. Embora ela não quisesse se casar, o rei prometeu-a a um nobre. Na noite antes do casamento, o nobre, que se hospedara no castelo do rei Cridan, acordou com a visão de um faxo de luz que partia do telhado da residência real. Após ter subido para ver para onde a luz se dirigia, ele descobriu que ela descia em direção ao quarto de Sametana e banhava o seu rosto com uma luz celestial enquanto ela dormia. Este incidente milagroso, seguido de outro após o casamento, convenceu o nobre e o rei Cridan a atenderr ao desejo de Sametana de consagrar a sua virgindade a Deus. O rei lhe disse: "Nós te damos em casamento e te unimos a Deus, o cônjuge de tua escolha".
     Ao contrário das três santas monjas do século VI, Sametana não foi a fundadora do mosteiro, mas herdeira dele, após a então abadessa e fundadora Fuinnech ter uma visão profética da grandeza de Sametana. Isto fez com que Sametana fosse convidada a se mudar da Abadia de Urney (Ulster), onde ela foi monja e prioresa, para Clonbroney, que ficava a leste da moderna cidade de Longford.
     A Vida de São Patrício indica que Clonbroney foi fundado pelo Santo para duas irmãs de nome Emer, cujo irmão, Guasacht, foi feito bispo de Granard também por ele. Todos os três eram filhos de Milchú, a quem São Patrício em sua juventude servira como escravo em Ulster. Embora a história não pareça plausível, deve haver uma ligação entre Sametana e Granard, pois na sua Vida é relatado que ela viajou para lá. Sametana também tem origens em Ulster e as genealogias ligam-na de perto a São Patrício na Vida deste último.
     Muitos milagres foram atribuídos a ela. Quando um trabalhador contratado por ela para construir um oratório silenciosamente desejou para si e para os seus colaboradores uma festa de 40 pães com manteiga, queijo e leite, ele ficou aturdido ao ver esta refeição sonhada ser trazida a eles. Rindo de seu espanto, Sametana disse-lhe: "O desejo de seu coração está atendido, não é?"
     Quando um monge perguntou a ela em qual posição a oração deve ser feita, se deitado, sentado ou em pé, ela respondeu: "Em qualquer posição a pessoa deve orar!" Para alguém que falava de peregrinação, mas na realidade estava apenas ansioso para viajar e revestia isto com desculpas, ela disse: “Deus está perto de todos os que O invocam, e o Reino dos Céus pode ser alcançado de qualquer lugar".     Tudo quanto desta Santa se conta respira misericórdia e bondade.
     O Pe. José Leite, S.J., em seu livro Santos de Cada Dia, conta dois fatos interessantes sobre esta Santa.
     Um dia, na margem do ribeiro ao lado da abadia, [a Santa] encontra uma ermitã com um saco e neste um bebê que ela acabava de dar à luz e se dispunha a afogar, destruindo qualquer escândalo. “Deus seja louvado, minha Irmã”, diz Sametana, tomando-lhe conta do saco, “ora eu precisamente procurava um rapazinho para o educar!” E tão bem o educou que veio a ser um dos melhores abades que teve a Abadia de São Cainnech. Quanto à Irmã, mais feita para ser enclausurada do que ermitã, Sametana conservou-a algum tempo na abadia, animou-a, restabeleceu-a de todo, e depois mandou-a a santificar-se num convento onde homens só se viam através das grades da sala de visitas.
     Tendo ido o barco da abadia a Escócia buscar lã, foi apanhado no regresso por uma tempestade medonha. “Se nós não deitamos toda a carga da Velha ao mar, todos pereceremos sem exceção!”, exclamou o quartel-mestre. O mar logo amainou. Infelizmente, porém, a bonança, que veio a seguir, imobilizou o navio e os alimentos começaram a escassear. “Será que a Velha nos vai agora levar a morrermos de fome?”, exclamou de novo o quartel-mestre. Logo a seguir, levantou-se um pé de vento que pôs de novo a embarcação a caminho.
     Ao chegarem, os homens do navio foram beijar a mão da abadessa. “Está claro”, disse Sametana ao quartel-mestre, pondo-lhe a mão no ombro, “não é crime nenhum chamar-me ‘Velha’, mas dizer isto não bastava: era preciso rezar e vós estáveis todos perdidos se eu não tivesse rezado substituindo-vos”. Foi isto dito com tanta amabilidade que o marinheiro, enternecido até ao fundo do coração, não deixou desde esse momento nem um dia sem rezar alguma coisa.

VISITE 
 RADIO -http://radiomensageiradapazjacarei.blogspot.pt/
https://www.apparitionstv.com/thesocial/
www.asaparicoesdejacarei.com
http://deusjesusmariajose.blogspot.com/
http://deussolucaoparaosmeusproblemas.blogspot.com/
http://sinaissobrenaturais.blogspot.com/
http://mensagensurgentesdossagradoscoracoes.blogspot.com/

FRIEND WEBSITES
http://avisosdoceu.blogspot.com/
www.avisosdoceu.com.br
www.mensageiradapaz.org
www.gloriasdejose.org
www.mensagenscelestes.com
www.chamadaesperanca.com
www.jesusmariaejose.org
www.asalvacaodomundo.com
http://godjesusmaryjoseph.blogspot.com/

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017


JACAREÍ, 09 DE DEZEMBRO DE 2017
684º AULA DA ESCOLA DE SANTIDADE E AMOR
MENSAGENS DE NOSSA SENHORA E SANTA LUZIA DE SIRACUSA
COMUNICADAS AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA

(Marcos): "Sim... Sim, Mãezinha. Sim, farei.
Sim, farei, sim... O mais depressa possível eu farei. Sim. Farei, sim".

(Maria Santíssima): «Queridos filhos, hoje, convido todos vocês a cumprirem aquilo que lhes pedi ontem: Rezem com o coração e sejam imaculados com uma vida santa, para que verdadeiramente vocês sejam reflexos perfeitos da Minha Imaculada Conceição, como foi a Minha Filhinha Bernadette, a Minha Filhinha Luzia, e todos os Meus Santos.
Se vocês abrirem os seus corações para a Minha Chama de Amor Eu a derramarei em vocês com tal força, e tal poder, que todos que se aproximarem de vocês serão instantaneamente abrasados de Amor, do Meu Amor como eram todos aqueles que chegavam perto do Meu Filho Domingos de Gusmão, do Meu Filho Vicente Ferrer, do Meu Filho São Francisco Xavier e tantos outros de Meus Santos.
Sim! Bastava os Meus filhos chegarem perto de um Luís de Montfort, de um Afonso de Ligório, de um Geraldo, para instantaneamente se sentirem diferentes, para sentirem seus corações arderem por suas palavras, transpassadas e ardentes de Amor. É isso que Eu quero fazer também com vocês Meus filhos.
Ajudem-Me a fazer isso, para salvar os Meus filhos que estão com os seus corações tão endurecidos, tão duros, chegando mesmo ao ponto de já começar a odiar a Deus.
O Meu Filho ainda hoje é condenado à morte, não mais pelo povo Judeu, mas sim pelos próprios cristãos.
Quantos condenam o Meu Filho à morte todos os dias, desprezando o Amor Dele e preferindo as coisas do mundo.
Quantos O condenam à morte, desprezando as Suas Mensagens de Amor e preferindo as falsas máximas e conselhos do mundo.
Quantos condenam o Meu Filho à morte, sobretudo, almas consagradas a Deus, desprezando o Meu Filho Jesus e preferindo a vida fácil dos prazeres do mundo que enganam, mas depois conduzem à morte eterna.
Quantos cristãos condenam de novo o Meu Filho à morte, simpatizando com Satanás, simpatizando com as ideologias satânicas do comunismo, do socialismo, também do protestantismo, do espiritismo e de tantas coisas que saíram do Inferno.
Quantos cristãos condenam o Meu Filho Jesus à morte vivendo habitualmente longe Dele no mal, no pecado, sem se importarem com a salvação de suas próprias almas, nem com o quanto custou ao Meu Filho salva-las e redimi-las na Cruz.
É por isso que Eu venho aqui a Jacareí para procurar almas feitas de Amor Puro, que juntamente Comigo, consolem o Meu Filho Jesus e no lugar do ‘Crucifica-o!’ que os homens até hoje gritam, esses Meus filhos obedientes e fiéis gritem junto Comigo: ‘Meu Deus e Meu tudo, Meu Jesus e Meu único Amor!’.
Sim, foi para isso que Eu vim aqui, deixem-se conduzir por Mim até este Amor, deixem-Me criar nos seus corações este Amor Meus filhos, para que possamos dar ao Meu Filho Jesus um cortejo de almas feitas de puro e ardente Amor para consolar o Seu Divino Coração.
Eu quero tirar a coroa de espinhos que até hoje os homens cravam no Coração do Meu Filho, e colocar no lugar uma coroa de rosas puras, de almas místicas de verdadeiro Amor, dêem-Me seu ‘sim’ para que Eu possa transformá-los em rosas de Amor Puro pelo Meu Filho e Senhor.
Eu, a Mãe de vocês, estou aqui ainda por um pouco de tempo, apressem a conversão de vocês, pois já estamos na última meia hora do Dia de Deus. Eu quero conduzi-los Meus filhos a Deus, mas se vocês não deixarem serei forçada a abandonar vocês.
Por isso, decidam-se por Deus e por Mim, salvem suas almas, porque: De nada adianta o homem ganhar o mundo inteiro, ter o mundo inteiro e vier a perder a sua alma nas Chamas Infernais.
Rezem e dêem 3 Filmes de La Salete, da Minha Aparição de La Salette nº 3 para 10 filhos Meus. Esse Filme Bendito que o Meu filho Marcos fez, e que contém tanta Graça e a chave para o entendimento dos tempos atuais que vocês vivem e aquilo que devem fazer para poderem salvar as suas almas.
Dêem para 10 filhos Meus e façam com que todos os Meus filhos conheçam La Salette, pois cada alma que conhecer a Minha Aparição em La Salette através de Jacareí e se converter serão outros tantos castigos que vocês cancelarão e que deixarão de vir ao Mundo.
A todos Eu abençoo agora com Amor de LA SALETTE... de LOURDES... e de JACAREÍ».

(Santa Luzia): «Amados irmãos Meus, Eu, Luzia, venho hoje mais uma vez para dizer a vocês: Eu os amo!
Sei que carregam pesadas cruzes, não desanimem, venham a Mim e Eu consolarei todos vocês e lhes darei forças para irem em frente com as Minhas Graças.
Tudo o que vocês pedirem a Mim, Eu prometo oferecer as dores que Eu sofri na Terra e os méritos delas ao Coração de Jesus e de Maria para pedir Graças para todos vocês.
No dia 13 de dezembro de cada ano aqueles que rezam o Meu Terço pelo menos uma vez por semana receberão de Mim uma benção especial.
E hoje venho para dizer a você amadíssimo irmão Carlos Tadeu:
No momento em que os Meus olhos eram arrancados, estavam para ser arrancados a Mãe de Deus apareceu para Mim e Eu então via você na visão mística que Ela Me deu. E a Mãe de Deus pediu-Me que Eu corajosamente oferecesse por você aquele horrendo tormento que ia padecer de ter Meus olhos violentamente arrancados.
Quando te vi imediatamente Eu te ame, e ofereci o Meu ‘sim’ à Mãe de Deus aceitando aquele sacrifício que Ela Me propunha. E então, voltei-Me corajosamente, resolutamente ao cruel Pascasio e disse àquele bárbaro homem no qual habitava o demônio da impureza e da idolatria: Que ele arrancasse Meus olhos sem piedade como queria, pois Eu não renegaria ao Meu Jesus, à Minha Mãe do Céu e não trairia a Minha vocação, a Minha consagração religiosa a Eles, os votos que havia feito.
Então, o bárbaro Pascacio arrancou os Meus olhos, não posso te explicar agora com palavras humanas a dor que Eu senti, foi uma dor tão intensa que percorreu o Meu cérebro, que percorreu a Minha face, o Meu rosto, o Meu corpo todo, que naquele momento Eu teria caído morta se a Graça da Minha Mãe do Céu não tivesse Me sustentado, e se as cordas que Me amarravam não tivessem Me mantido de pé presa à coluna onde Eu estava.
Ah amado irmão! Tudo isso Eu ofereci por você porque muito te amo, e ofereceria mil vezes de novo se a Mãe de Deus Me pedisse. Por isso Eu te digo: No dia 13 de dezembro de cada ano faz um cenáculo em Minha honra aonde quer que você esteja, pede-Me a Graça que você desejar e Eu então te darei se for conforme as Vontades de Jesus e de Maria.
No dia 13 de cada mês também virei para te dar uma benção especial e de quando em quando algum conselho. Te digo verdadeiramente, que Eu estou com você a todo o momento e nunca, nunca te abandonarei.
Fique sabendo também amadíssimo irmão Marcos, que nunca te abandonarei, estarei com você até o fim. E a todos os Meus filhos, filhos espirituais que aqui Me amam, que Me veneram e que também trabalham por Me tornar conhecida e amada, para que Jesus e Maria sejam mais conhecidos e amados, Eu também prometo no Dia do Meu martírio 13 de Dezembro dar-lhes uma Graça, uma Benção Especial.
Continuem rezando o Meu Terço todas as semanas. Sejam bons, cumpram os Mandamentos da Lei de Deus, vocês devem cumpri-los, pois todo aquele que o não fizer, não entrará no Reino dos Céus.
Não compactueis com as obras das trevas, mas apegai-vos às coisas do alto e esclarecei, abri o vosso entendimento às coisas do Senhor.
A todos Eu abençoo agora com Amor de SIRACUSA... de CATÂNIA... e de JACAREÍ».

(Maria Santíssima): “Querido filho Marcos Tadeu, fica sabendo que aquela grande enfermidade que você tive no ano de 1993, que fazia com que a sua cabeça doesse tanto, e você tivesse tantas vertigens que não podia sequer manter-se em pé, e por isso você ficou acamado 29 dias. Fique sabendo que aquela grande dor, aquele grande sofrimento seu, serviu para o seu pai Carlos Tadeu receber agora as grandes Graças que estou lhe dando, para que ele tivesse a Graça de vir aqui Me conhecer, Me amar e receber Meus Tesouros.
Aquela grande dor, aquela grande enfermidade também serviu para os Meus filhos João e Olides, Adriano, Carla e sua família.
Serviu também para Minha filha Maria Vilas, Meu filho Luís Miguel, para Minha filha Lavinha, Victor, Eliana e Dina.
Serviu também, para tantos de Meus filhos que estão aqui, que ao longo do tempo você saberá.
Serviu para Meu filho Oséias.
Serviu também para Minha filha Débora Mugnano.
Serviu para Meu filho Leonil Mugnano.
Serviu também para Meu filho Ednaldo, Meu postulante, Meu filho querido.
Fique sabendo filho Meu que todo o seu sofrimento não é em vão, revelo a você as almas que lucraram com seu sofrimento, para que todas as vezes que a cruz vier a você, e ainda você terá muitas, você não estará sofrendo em vão.
Sofre pois com coragem, com generosidade e tenha bom ânimo, porque o Meu Filho venceu o mundo. E em você com a colaboração do seu ‘sim’, do seu sofrimento Ele vence novamente o mundo, as almas, e as conquista com o Seu Amor, com a força do Amor.
O Meu Filho disse: ‘Quando Eu for elevado da Terra atrairei todos a Mim. Ou seja, quando Eu mostrar o Meu Amor pelos homens, morrendo de Dor por eles numa cruz, todos se apaixonarão por Mim, e serão conquistados, vencidos pela força do Meu Amor, do Meu Sangue’.
Você também vencerá as almas, não tanto com a força do convencimento, que já é grande, mas com a força do seu sangue, com a força do seu amor abrasado de caridade como tem sido até hoje.
Tem bom ânimo no sofrimento, e continua a oferecer.
Lembre-se também daquele grande sofrimento que você teve em 1995, quando toda a sua boca sangrava sem cessar e você não sabia de onde via aquela grande dor, aquele grande sofrimento.
Aquela dor serviu para os Meus filhos Celso e Edna, para os Meus filhos Reinaldo, Júnior, Débora Gorete e seus familiares.
Serviu também para Luís, para Pedro e para Maria da Conceição.
Continua a sofrer corajosamente e sempre pelos Meus filhos, pois através disso filho Meu, você alcançará para eles Luz, Graça, Auxílio do Meu Coração, Salvação e abundantes Graças do Meu Amor.
A todos novamente Eu abençoo e deixo a Minha Paz».

(Marcos): «Maezinha do Céu, a Senhora pode tocar por favor, nessas imagens e terços que fizemos para os Vossos filhos?...
Terços primeiro, sim, sim».

(Maria Santísima): «Conforme já disse, aonde quer que uma dessas imagens e terços cheguem, ali estarei Eu com Minha filha Lúcia, levando grandes e abundantes Graças do Senhor.
Fiquem com Deus Meus filhos. Fiquem na Paz do Senhor. Boa noite».

RÁDIO MENSAGEIRA DA PAZ
A sua melhor companhia.
Encha a sua alma de Amor, Paz, Luz, Graça e muitas Bênçãos.
Clique nos siguientes links para conhecer mais e divulgue:

WWW.APPARITIONSTV.COM
WWW.APARICOESDEJACAREI.COM.BR
WWW.RADIOMENSAGEIRADAPAZJACAREI.BLOGSPOT.COM

terça-feira, 28 de novembro de 2017

santos de cada dia, 28 de novembro- São Tiago da Marca

São Tiago da Marca

São Tiago das Marcas é com João de Capistrano, Bernardino de Sena e Alberto de Sarteano, uma das quatro colunas da Observância Franciscana, a singular reforma do século XV, que propôs novamente, frente a um humanismo exagerado, o retorno à vida pobre, simples e ao zelo apostólico dos primeiros tempos do franciscanismo.

Natural de Monteprandone, na província de Ascoli Piceni, região das Marcas, na Itália, São Tiago nasceu no dia 1º de setembro de 1391. Seu nome de batismo era Domingos Gangali e, ainda pequeno e órfão, foi educado pelo tio, que o conduziu sabiamente no seguimento de Cristo. Estudou em Perugia, onde se diplomou em direito civil junto com o grande São João de Capistrano.

Decidiu deixar a profissão para ingressar na Ordem dos Franciscanos, onde estudou teologia e ordenou-se sacerdote. Quando vestiu o hábito, tomou o nome de Tiago, que logo foi completado com o “das Marcas”, em razão de sua origem. Foi discípulo de outro santo e seu contemporâneo da Ordem, Bernardino de Sena, que se destacava como o maior pregador daquela época, tal qual conhecemos.

Ele era magro e só dormia 3 horas por noite e usava um hábito feito de pano grosso. Ele jejuava dia sim, dia não. No final o papa proibiu que ele jejuasse porque sua saúde era de interesse público. O bom senso do Papa Sixtus IV foi notável para a época ao recomendar ao santo que cuidasse de sua saúde. Mas São Tiago comia apenas pão, feijão, alho e cebola. Dizia que o Espirito Santo o inspirava a grandes sermões com grande poder e ferocidade e com sucesso incrível, mesmo com o estômago vazio.

E era verdade. Em Camerino, certa vez seu discurso quase fez com que a plateia queimasse seu adversário. Em Aquila, 40 mil pessoas aguardavam ele descer do púlpito para dar o que seria hoje uma espécie de autógrafo. Queriam que ele escrevesse o nome de Jesus em um pedaço de pergaminho.

Para conseguir satisfazer a demanda, os frades do convento produziam milhares desses pergaminhos e Tiago colocava sua mão neles abençoando a todos os pergaminhos.

Diz a tradição que sua benção curava várias doenças.

Também Tiago das Marcas consagrou toda a sua vida à pregação. Percorreu toda a Itália, a Polônia, a Boêmia, a Bósnia e depois foi para a Hungria, obedecendo a uma ordem direta de Roma. Permanecia num lugar apenas o tempo suficiente para construir um convento novo ou, num já existente, restabelecer a observância genuína da Regra da Ordem Franciscana.

Depois, partia em busca de novo desafio ou para cumprir uma das delicadas missões em favor da Igreja, para as quais era enviado especialmente, como fizeram os papas Eugênio IV, Nicolau V e Calisto III. Participou na incursão da cruzada de 1437 para expulsar os invasores turcos muçulmanos. Humilde e reto nos princípios de Cristo, nunca almejou galgar postos na Igreja, chegando a recusar o cargo de bispo de Milão.

Viveu em extrema penitência e oração, oferecendo seu sacrifício a Deus para o bem da humanidade sempre tão necessitada de misericórdia. Mas os severos e freqüentes jejuns a que se submetia minaram seu organismo, chegando a receber o sacramento da unção dos enfermos seis vezes. Mesmo assim, chegou à idade de oitenta anos.

Faleceu em Nápoles, pedindo perdão aos irmãos franciscanos pelo mau exemplo que foi a sua vida. Era o dia 28 de novembro de 1476. Seu corpo foi sepultado na igreja de Santa Maria Nova, daquela cidade. A sua biografia mostra muitos relatos dos prodígios operados por sua intercessão, tanto em vida quanto após a morte. O papa Bento XIII canonizou Tiago das Marcas em 1726 e marcou o dia de sua morte para a celebração de sua lembrança.
VISITE 
 RADIO -http://radiomensageiradapazjacarei.blogspot.pt/
https://www.apparitionstv.com/thesocial/
www.asaparicoesdejacarei.com
http://deusjesusmariajose.blogspot.com/
http://deussolucaoparaosmeusproblemas.blogspot.com/
http://sinaissobrenaturais.blogspot.com/
http://mensagensurgentesdossagradoscoracoes.blogspot.com/

FRIEND WEBSITES
http://avisosdoceu.blogspot.com/
www.avisosdoceu.com.br
www.mensageiradapaz.org
www.gloriasdejose.org
www.mensagenscelestes.com
www.chamadaesperanca.com
www.jesusmariaejose.org
www.asalvacaodomundo.com
http://godjesusmaryjoseph.blogspot.com/

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Jacareí, 18.11.2017 - Palestra do Vidente Marcos Tadeu Teixeira

Jacareí, 12.11.2017 - Palestra do Vidente Marcos Tadeu Teixeira

Jacareí, 19.11.2017 - Palestra do Vidente Marcos Tadeu Teixeira

Jacareí, 19.11.2017 - Mensagem de Nossa Senhora - Aparições de Jacareí

SANTOS DE CADA DIA, 20 DE NOVEMBRO - Beata Maria Fortunata Viti E S. FELIX DE VALOIS


 Beata Maria Fortunata Viti 
 


“Humildade: esta é a virtude que Maria Fortunata personifica. Esta insignificância é a sua grandeza. Somos lembrados do Magnificat , e isso por si só fala o grau de Maria Fortunata de autenticidade cristã e a profundidade de sua perfeição espiritual. A humildade é a sua mensagem”, afirmava o Papa Paulo VI na beatificação de Maria Fortunata, nascida em Veroli na Itália no dia 10 de fevereiro de 1827. Batizada com o nome de Anna Felicia Veti foi a terceira de nove filhos do casal Luigi Viti e Anna. Sua infância esteve cheia de desafios, pois seu pai era entregue aos vícios e sua mãe faleceu quando tinha somente 14 anos. Essas circunstâncias forçaram-na a trabalhar como doméstica para sustentar a família. Com muita dedicação conduziu a família na fé e no sustento financeiro.
Decidida a entregar sua vida à Deus, no dia 21 de março de 1851, ingressou no mosteiro beneditino de Santa Maria de Franconi. Adotou o nome de Irmã Maria Fortunata e lá serviu durante 70 anos nos trabalhos de fiação e costura e lavagem e conserto das roupas. Dedicava-se profundamente à oração e piedade. A via da humildade e do serviço foi o caminho escolhido por Deus e abraçado por Maria Fortunata que permaneceu analfabeta por toda a vida, mas vigorosamente formada na disciplina da fé e do serviço aos irmãos. Sua missão silenciosa e piedosa desgastou-a e consumiu sua saúde, ficando reclusa ao seu leito sem poder andar, ouvir e falar.
Faleceu no dia 22 de novembro de 1922 e após sua morte muitos casos de milagres por sua intercessão foram relatados. Em 1935 seus restos mortais foram transladados para a Igreja da abadia. Foi declarada venerável em 1964 pelo Papa Paulo VI que também a beatificou no dia 08 de outubro de 1967. Dela falava o Papa: “Seu nome é humilde sacrifício e amor flamejante; e todos parecem refletir o sorriso, a pureza, a coragem, a obediência, o trabalho, a devoção a Maria Fortunata.”
 S. FELIX DE VALOIS
Co-fundador da Ordem da Santíssima Trindade e dos Cativos





Nasceu em Amiens, França, em 1127 e morreu em 1212, sendo o seu culto aprovado pelo Papa Alexandre VII em 1666. Foi co-fundador da Ordem da Santíssima Trindade (os Frades Trinitários) para o Resgate dos Cativos.

No começo do século XII, o distrito de Somme e Aisle na França era governado pelo Conde Raul de Vermandois e de Valois, príncipe da Casa dos Capet  e Carlosmagno. Sua esposa Alienor de Champagne era também da casa de Carlosmagno. Em 19 de abril de 1127 ela deu à luz  um filho que foi batizado com o nome de Hugo, em homenagem ao seu avô, o filho de Henry I, Rei da França.

O jovem Hugo foi enviado para a Abadia de Clairvaux para ser educado. Com 20 anos ele saiu numa cruzada, mais foi incógnito para não ser tratado de modo diferente. Três anos mais tarde ele retornou, viajou pela Itália e foi ser um eremita no norte da Itália ou perto de Clermont d’Oise. Para evitar ser reconhecido ele mudou o nome para Félix e se tornou um sacerdote.

Em 1193 ele estava vivendo em extrema solidão perto de Montigny quando recebeu a visita de São João de Matha que, tendo-se diplomado na Universidade de Paris, tornou-se sacerdote, celebrando sua primeira missa em 28 de janeiro de 1193. Eles se tornaram amigos, formando uma pequena comunidade junto com outros discípulos.

Um dia em 1197, uma corça branca, que vinha com freqüência beber água numa fonte onde os eremitas tiravam sua água, apareceu com uma cruz vermelha e azul entre os chifres. João lembrou da visão que havia tido durante a sua primeira missa, quando ele viu um anjo vestido de branco com uma cruz vermelha e azul em seu peito. Ele e Félix sabiam que a corça era um sinal de Deus e que eles deveriam seguir em frente com os planos que haviam discutido. Este plano era fundar uma Ordem Religiosa dedicada a resgatar os cativos cristãos que eram capturados pelos Mouros durante as cruzadas.

Juntos, eles apresentaram seu plano, em Roma, ao Papa Inocêncio III, o qual não só deu sua aprovação, mas deu aos fundadores o hábito da Ordem: branco com uma cruz vermelha e azul. João e Félix retornaram a França e a sua comunidade foi renomeada de Cerfroid em homenagem à corça. Em 17 de dezembro de 1198, o Papa aprova a Regra Própria da nova Ordem.

João deixou Cerfroid para começar o trabalho de resgatar os cativos; Félix ficou como Supervisor Geral em Cerfroid, mas mais tarde foi a Paris para estabelecer o hospital da Ordem em Saint Mathurin o qual havia sido doado a eles. Como resultado, membros da Ordem eram popularmente chamados de Mathurinos; os frades trinitários eram também conhecidos como “frades dos asnos” sendo que sempre usavam esse meio de transporte (o asno) como testemunho de pobreza.

Na noite de 8 de setembro de 1212, embora o frade sacristão de Cerfroid tinha esquecido de bater o sino da manhã (geralmente às 3 da madrugada), Félix desceu à Igreja para cantar o matutino com a comunidade, como de costume, e encontrou a Virgem Maria e anjos, todos eles usando o hábito da Ordem. 

Alguns dias mais tarde João de Matha retornou a Cerfroid para ver seu velho amigo, mas ficou apenas alguns dias. Em 4 de Novembro de 1212 Félix morreu com a idade de 85 anos.

Ele teria sido enterrado em Cerfroid. A grande reputação de sua santidade e de milagres reportados em sua tumba fez com que o Papa Urbano IV o canonizasse em 1 de maio de 1262.

Em 1631 os trinitários tentaram receber a permissão para celebrar as festas dos santos Félix e João liturgicamente na França e na Espanha, como seus confrades na Inglaterra haviam conseguido desde 1308; mas como o Concílio de Trento havia estabelecido controles restritivos dessas celebrações, eles não receberam permissão. A Bula papal de canonização de Félix do Papa Urbano IV também havia se perdido, assim os trinitários começaram a colher novos dados.

Eles encontraram os “canons”  de Meaux invocando São Félix desde 1219; em 1291 o Capítulo Geral fixou o dia de sua festa e em 1308 o provincial da Inglaterra recebeu os ofícios da missa do Papa João XXII. Havia bastante documentos para convencer ao Papa Alexandre VII a confirmar o culto em 21 de outubro de 1666. Mas 5 anos mais tarde o Sagrado Colégio dos Ritos ainda não havia adicionado Félix e João no Martirológio Romano, e apenas com a intercessão do Rei Luís XIV de França e Filipe V da Espanha a favor de Félix de Valois, fez com que o Papa Inocêncio XII estendesse as festas de São Félix e São João de Matha a toda Igreja católica em 1694.

São Félix é mostrado na arte litúrgica da Igreja como: 1) um velho com o hábito trinitário e correntes ou cativos ao seu lado, ou 2) perto de uma fonte onde uma corça bebe água ou 3) junto a uma corça com uma cruz nos chifres. Ele é venerado em Meaux e Valois (França).


VISITE 
 RADIO -http://radiomensageiradapazjacarei.blogspot.pt/
https://www.apparitionstv.com/thesocial/
www.asaparicoesdejacarei.com
http://deusjesusmariajose.blogspot.com/
http://deussolucaoparaosmeusproblemas.blogspot.com/
http://sinaissobrenaturais.blogspot.com/
http://mensagensurgentesdossagradoscoracoes.blogspot.com/

FRIEND WEBSITES
http://avisosdoceu.blogspot.com/
www.avisosdoceu.com.br
www.mensageiradapaz.org
www.gloriasdejose.org
www.mensagenscelestes.com
www.chamadaesperanca.com
www.jesusmariaejose.org
www.asalvacaodomundo.com
http://godjesusmaryjoseph.blogspot.com/